Resumo

 

Rivemales MCC. Atividades da enfermeira no atendimento às gestantes em uma unidade de saúde da família de Salvador/Bahia. Rev. Eletr. Enf. [Internet]. 2008;10(3):860-1. Available from: http://www.fen.ufg.br/revista/v10/n3/v10n3a34.htm.

 

Atividades da enfermeira no atendimento às gestantes em uma unidade de saúde da família de Salvador/Bahia1

 

Activities of the nurse in the attendance to the gestantes in a unit of health of the family of Salvador/Bahia

 

Actividades de la enfermera en la atención a gestantes en la unidad de salud de la familia de Salvador/Bahía.

 

 

Maria da Conceição Costa RivemalesI

IEnfermeira. Mestre em Enfermagem pela Universidade Federal da Bahia. Docente da Universidade Estadual da Bahia (UNEB) e Faculdade de Tecnologia e Ciências (FTC). Email: maria@rivemales.com.

 

 


RESUMO

O Programa de Saúde da Família (PSF), como instrumento atual de prestação de serviços, traz para a enfermagem uma multiplicidade de desafios, tais como, a modificação da prática de saúde no âmbito da atenção primária direcionando suas ações para a família, unidade complexa de relações sociais, fazer parte de uma equipe multidisciplinar sem uma estrutura de serviços formalizados e o de agregar às suas práticas condutas associadas a esse novo programa. O objeto desta pesquisa é, portanto, as atividades da enfermeira no atendimento às gestantes em uma Unidade de Saúde da Família, sob o ponto de vista das próprias usuárias do serviço, tendo como objetivo geral: descrever as atividades da enfermeira no atendimento às gestantes em uma Unidade de Saúde da Família de Salvador/Bahia. Para responder as questões o estudo perseguiu os seguintes objetivos específicos: (1) descrever características sócio-demográficas das gestantes atendidas em uma USF do município de Salvador/Bahia; (2) identificar as atividades desenvolvidas pela enfermeira no atendimento às gestantes (3) descrever as atividades realizadas pela enfermeira no pré-natal sob o ponto de vista das próprias mulheres. A Unidade de Saúde da Família de Beira Mangue é o local onde o estudo foi desenvolvido. Os sujeitos da pesquisa são as mulheres grávidas, inscritas no PSF, que foram assistidas pelo menos duas vezes pela enfermeira no atendimento pré-natal. O estudo caracteriza-se como descritivo e exploratório. Na coleta de dados foram realizadas entrevistas gravadas com as gestantes atendidas no pré-natal. Os resultados revelam que as mulheres identificam as atividades das enfermeiras como: consulta mensal, reunião com gestantes e visitas domiciliares; a consulta de enfermagem foi relatada como uma atividade capaz de facilitar uma maior identificação profissional-cliente; as consultas do pré-natal e as reuniões com grupos de gestantes quase nunca contam com a participação do parceiro sexual ou outros membros da família; a assistência domiciliar é prioritariamente exercida pelos ACS, onde a intervenção das enfermeiras ocorre,  ocasionalmente, quando o ACS detecta algum problema que necessite avaliação. As principais diferenças apontadas pelas mulheres entrevistadas no atendimento pré-natal foram: a melhoria no acesso e obtenção da consulta, a garantia da realização dos exames complementares, o acesso a medicamentos, a participação da enfermeira na consulta de gestantes. As propostas para a melhoria do atendimento, sugeridas pelas gestantes, foram a realização dos exames de rotina do pré-natal na USF e otimização do tempo gasto para efetuar todos os procedimentos diagnósticos do pré-natal.

Palavras chave: Enfermagem; Programa de Saúde da Família; Pré-natal.


ABSTRACT

The Family Health Programme (FHP) services on offer provide nursing with a multiplicity of challenges, such as, the modification of the practical aspects of health in the scope of the primary attention directing its action towards the family, it creates a complex unit of social relations, to be part of a multi-discipline team without a structure of formal services and to add associates to its practical behaviours of this new programme. The object os this research is the activity of nursing in the attendance to the pregnant in one Family Helth Unit. The general objective is to describe the nursing activite to the pregnant in the FHU. Its specific objectives are: (1) to describe partner-demographic characteristics of the pregnants taken care of in a FHU of the city of Salvador/Bahia; (2) to identify the activities developed for the nurse to the pregnant in the FHU of the study and (3) to describe the activities executed for the nurse in the prenatal one under the point of view of the proper women. The Family Helth Unit Beira Mangue is the place where the study it was developed. The subjects of the research are pregnant women, registered FHU, that have attended the prenatal unit at least twice. This is a descriptive and exploratório research. The results disclose that: the activities of nursing in the prenatal unit include the consultation, the meeting with pregnant and the monthly domicliary visits; the nursing consultation was introduced to facilitate a better professional-customer identification; the prenatal meeting and consultations with groups of pregnant women almost never involve participation of the sexual partner or other members of the family; the domiciliary assistance is exerted first and foremost by the communitarian agents of health, where the intervention of the nurses occurs and where occasionally, a problem is detected and needs assessing. The main differences recognised when interviewing the women in the prenatal unit were: the improvement in the access and attainment of the consultation, the guarantee of the accomplishment of the complementary examinations, the access of the medicines, the participation of the nurse in the consultation. The proposals for the improvement of the service include the performance of routine prenatal examinations in the FHU and the optimization of the time used with regards to prenatal disgnostic procedures.

Key words: Nursing; Family Helth Programme; Pregnant.


RESUMEN

El Programa de Salud de la Familia (PSF) como instrumento actual de prestación de servicios, trae una multiplicidad de desafíos para la enfermería, tales como, la modificación de la práctica de salud en el ámbito de atención primaria, hacer parte de un equipo multidisciplinar sin una estructura de servicios formalizados y el de agregar a sus prácticas conductas asociadas a este nuevo programa.  El objeto de esta investigación es la actividad de la enfermera en la atención a gestantes en la Unidad de Salud de la Familia (USF), bajo el punto de vista de las propias usuarias del servicio, teniendo como objetivo general: describir las actividades de la enfermera en la atención a las gestantes en una USF de Salvador/Bahía. El estudio buscó los siguientes objetivos específicos: (1) describir características socio-demográficas de las gestantes atendidas en una USF del municipio de Salvador/Bahía; (2) identificar las actividades desarrolladas por la enfermera en la atención dada a las gestantes (3) describir actividades realizadas por la enfermera en el prenatal, bajo el punto de vista de las propias mujeres.  El local donde se realizó el estudio es la USF de Beira Mangue.  Los sujetos de la investigación son mujeres embarazadas, inscritas en el PSF, que fueron atendidas por lo menos dos veces por la enfermera en la atención prenatal.  El estudio es descriptivo y exploratorio.  En la colecta de datos se realizaron entrevistas con las gestantes atendidas en el prenatal.  Los resultados revelan que las mujeres identifican las actividades de las enfermeras como: consulta mensual, reunión con gestantes y visitas domiciliares; la consulta de enfermería fue relatada como una actividad capaz de facilitar una mayor identificación entre el profesional y la cliente; las consultas del prenatal y las reuniones con grupos de gestantes casi nunca cuentan con la participación del compañero sexual u otros miembros de la familia; la atención domiciliar es prioritariamente ejercida por los ACS, donde ocurre la intervención de las enfermeras, ocasionalmente, cuando el ACS detecta algún problema que necesite evaluación.  Las principales diferencias apuntadas fueron: la mejoría en el acceso y obtención de la consulta, la garantía de la realización de los exámenes complementarios, el acceso a medicamentos, la participación de la enfermera en la consulta de gestantes.  Las propuestas para la mejoría de la atención, sugeridas por las gestantes, fueron: la realización de exámenes de rutina y la optimización del tiempo empleado para efectuar los procedimientos diagnósticos del prenatal.

Palabras clave:  Enfermería; Programa de Salud de la Familia; Prenatal.

 

 

Resumo encaminhado em 27.10.07

Aprovado para publicação em 30.09.08

 

 

1 Dissertação de Mestrado apresentada ao Programa de Mestrado em Enfermagem da Universidade Federal da Bahia. Salvador/BA (100p.), sob a orientação da Profa. Dra. Enilda Rosendo do Nascimento. Defendida em 29 de março de 2004.

Licença Creative Commons A Revista Eletrônica de Enfermagem foi licenciada sob uma Licença Creative Commons Atribuição 3.0 Não Adaptada.
Faculdade de Enfermagem / Universidade Federal de Goiás - Rua 227, Qd. 68, Setor Leste Universitário - Goiânia, GO, Brasil
CEP: 74605-080 - Telefone: +55 62 3209-6280 Ramal 218 - E-mail: revfen@gmail.com