Weby shortcut
Logo FEN/UFG site
nursing nowbanner

Todas e todos na Enfermagem de Goiás pelo Nursing Now!

Criada em 20/05/19 11:07. Atualizada em 04/06/19 13:27.

Profissionais de Enfermagem de unidades de saúde e instituições de ensino estiveram reunidas, hoje (17/5), com conselheiros do Regional, para programarem parcerias e lançamento da Campanha Nursing Now em Goiás.

nursing now 1
Créditos: Coren-GO, página oficial no Facebook. Disponível em https://bit.ly/2VQelFc

Como parte do compromisso afirmado pela Enfermagem goiana, assumido, entre outras instituições, pelo Conselho Regional de Enfermagem e a Faculdade de Enfermagem da Universidade Federal de Goiás (FEN), o dia 17 de maio marcou a primeira reunião de agendas e arranjos para endosso da Campanha Nursing Now. 

Trata-se de uma inédita campanha de abrangência global pela valorização da Enfermagem e enfrentamento coletivo de seus desafios. De acordo com a Diretora da FEN, Prof. Dra. Claci Fátima Weirich Rosso, "há muito a ser feito e só é possível conseguir a excelência que perseguimos se formos na mesma direção, unidos como classe".

Em breve, o cronograma e proposições serão compartilhados publicamente e as entidades afiliadas recomendam adesão e apoio onde ocorrerem. A inauguração da iniciativa no Brasil ocorreu em 24 de abril (matéria disponível em https://www.fen.ufg.br/n/116101-nursing-now-brasil-um-passo-historico-para-a-enfermagem). 

Confira o Manifesto aos Profissionais da Enfermagem em http://www.corengo.org.br/manifesto-aos-profissionais-de-enfermagem_16236.html.

Entenda melhor as perspectivas da Nursing Now Brasil com a leitura do artigo da Dra. Silvia Helena de Bortoli Cassiano, publicado na Revista Brasileira de Enfermagem na edição de outubro de 2018. 

Perspectivas da Enfermagem e a Campanha Nursing Now

Extraído de CASSIANI, Silvia Helena de Bortoli; LIRA NETO, José Claudio Garcia. Perspectivas da Enfermagem e a Campanha Nursing Now. Rev. Bras. Enferm.,  Brasília ,  v. 71, n. 5, p. 2351-2352,  out.  2018 .   Disponível em <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-71672018000502351&lng=pt&nrm=iso>. acessos em  20  maio  2019.  http://dx.doi.org/10.1590/0034-7167.2018710501.

A Organização Mundial da Saúde, por seu lado, chama atenção dos governos para investir em políticas que valorizem o papel da enfermagem dado o déficit de nove milhões de enfermeiros, sua baixa remuneração, a desigualdade de gênero e a falta de profissionais em cargos de liderança.

A Organização Panamericana de Saúde/ Organização Mundial da Saúde (OPAS/OMS), desde 2013, vem apontando à comunidade internacional a necessidade de ampliar o papel do enfermeiro, no primeiro nível de atenção, como profissionais de prática avançada. Tais profissionais com formação de pós-graduação se integrariam à equipe interprofissional dos serviços de Atenção Primária à Saúde, contribuindo para a gestão dos cuidados de pacientes/usuários com doenças agudas leves e transtornos crônicos diagnosticados segundo as diretrizes de protocolos ou guias clínicos(2).

Entretanto, fatores, como a formação permanente, oportunidades adequadas de trabalho, número suficiente e bem distribuído de profissionais, valorização, incentivos financeiros, vontade política e reconhecimento da liderança, continuam sendo os grandes desafios para o avanço da profissão em todas as regiões do mundo e consequentemente, o alcance de condições e capacidades para expandir o acesso e a cobertura universal de saúde.

Para enfrentar estas dificuldades, o Conselho Internacional de Enfermeiras (CIE), a OMS e o UK All Party Parliamentary Group on Global Health do Reino Unido, lançaram a Campanha Nursing Now (Enfermagem Agora, em tradução livre), em fevereiro de 2018, tendo como patrona a Duquesa de Cambridge e com vários lideres apoiando a campanha.

A Campanha, que terminará em 2020, ano em que se celebrará o bicentenário de Florence Nightingale, conta hoje com a adesão de 30 países. Brasil, Canadá, Estados Unidos, Jamaica e México estão participando da campanha. Outros países interessados em aderir à campanha devem estabelecer seus objetivos e plano de ação, contactar a coordenação da campanha, assinar compromisso de divulgá-la em nível nacional e apoiar as ações globais.

Nursing Now tem as seguintes metas: aumentar o investimento na melhoria da educação, do desenvolvimento profissional, da regulação e das condições de trabalho para enfermeiros; aumentar a influência destes nas políticas nacionais e internacionais; aumentar o número de enfermeiros em posições de liderança com mais oportunidades para desenvolvimento em todos os níveis de liderança; aumentar as evidências que apoiem as políticas; trabalhar para que os enfermeiros atuem integralmente; e aumentar e melhorar a disseminação de práticas de enfermagem efetivas e inovadoras(3).

A Campanha promove a profissão em nível global, entretanto, no âmbito local é preciso trabalhar para fortalecer a articulação entre as instituições de ensino e os serviços de saúde, investir na força de trabalho e na valorização do profissional, melhorar a formação e, principalmente, trabalhar, em conjunto, para avançar a profissão. É o trabalho coletivo, participativo, motivador e bem difundido de pessoas dentro e entre organizações, que lutam para o avanço da enfermagem, que tornará AGORA o seu momento certo, em qualquer serviço e em qualquer local do mundo.

 

Fonte: Direção da Faculdade de Enfermagem, Coren-GO

Categorias: notícias