Início Atual Expediente Instruções aos autores Sistema de submissão
 

Resumo

 

Coelho MA. Planejamento de enfermagem em hospital da rede pública de ensino e assistência em Goiânia–Goiás. Rev. Eletr. Enf. [Internet]. 2008;10(4):1172-3. Available from: http://www.fen.ufg.br/revista/v10/n4/v10n4a31.htm.

 

Planejamento de enfermagem em hospital da rede pública de ensino e assistência em Goiânia–Goiás1

 

Nurse planning in a hospital of the public net of teaching and attendance in Goiânia–Goiás

 

Planificación de enfermería en hospital de la red público de enseñanza y asistencia en Goiânia–Goiás

 

 

Maria Alice CoelhoI

I Enfermeira – Mestranda em Enfermagem do Programa de pós-graduação a nível de mestrado da Universidade Federal de Goiás - Especialista em Administração Hospitalar – Diretora de Enfermagem do Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Goiás. Goiânia/Goiás. Email: malice_coelho@hotmail.com.

 

 


RESUMO

O planejamento é uma importante função administrativa e sua execução possibilita o alcance dos objetivos estabelecidos na organização. Na enfermagem, planejar e executar atividades são imprescindíveis para garantir assistência com qualidade. A presente pesquisa trata-se de estudo descritivo, com abordagem qualitativa, realizado em um hospital de grande porte que teve como objetivo geral analisar as percepções dos gerentes quanto ao planejamento e execução de atividades de enfermagem em hospital da rede pública de assistência e ensino de Goiânia - Goiás. Participaram como sujeitos, 17 (dezessete) gerentes de enfermagem das unidades ambulatoriais e de internação. Os dados foram coletados por meio de entrevistas semi-estruturadas e analisados conforme o que preconiza Bardin (1979). Os resultados mostraram que os gerentes elaboram o planejamento melhor do que o conceituam e que existem fatores que interferem no planejamento e execução das atividades. Concluiu-se que os gerentes adotam o planejamento participativo, indicando mudança de paradigma na administração. Entre os fatores facilitadores, estão a adoção do trabalho em equipe, a proximidade entre gerência e servidores, incentivo à criatividade e interesse na execução das ações planejadas. Os fatores dificultadores incluem a escassez de recursos humanos, materiais e financeiros; fatores relacionados aos componentes da equipe, tais como: motivação, falta de tempo, ausência de treinamento, dificuldades em gerenciar; insuficiência de apoio da instituição e de outros serviços do hospital; estrutura física inadequada; e as intercorrências do cotidiano. A origem destes fatores foi atribuída às próprias pessoas, ao fato do hospital pertencer à rede pública, à instituição e ao sistema utilizado para o gerenciamento dos serviços de apoio.

Palavras chave: Administração em enfermagem; Planejamento; Execução de atividades.


ABSTRACT

The planning is an important administrative function and its execution makes possible the reach of the objectives established in the organization. In the nursing, to plan and to execute activities are essential to guarantee assistance with quality. Descriptive study, with qualitative boarding, carried through in a hospital of great size, it had as general purpose to analyze the perceptions of the managers about the planning and execution of the nursing activities in a hospital of the public net of assistance and education of Goiânia - Goiás. The study considered as individuals 17 (seventeen) nursing managers of the ambulatorial units and internment units. The data had been collected using half-structuralized interviews and they were analyzed as what Bardin praises (1979). The results had shown that the managers elaborate the planning better than they execute and there are factors that interfere with the planning and execution of the activities. It was concluded that the managers adopt the participative planning, indicating change of paradigm in the administration.  Between the factors that make things easier, they are the adoption of the work in team, the proximity between management and servers, incentive to the creativity and interest in the execution of the planned actions. The factors that make things difficult include the scarcity of human, material and financial resources; factors related to the components of the team, such as: motivation, lack of time, absence of training, difficulties in managing; insufficiency of support of the institution and of the other services of the hospital; inadequate physical structure; and the unexpected of everyday. The origin of these factors was attributed to the proper people, to the fact that the hospital belongs to the public net, the institution and the system used for the management of the support services.

Key words: Administration in nursing; Planning; Execution of activities.


RESUMEN

El planeamiento es una función administrativa importante y su ejecución hace posible el alcance de los objetivos establecidos en la organización. En el oficio de enfermería, para el plan y ejecutar actividades sea esencial garantizar ayuda con calidad. El estudio descriptivo, con subir cualitativo, llevó a través en un hospital del gran transporte, tenía como generalidad objetiva para analizar las opiniones de gerentes cuánto al planeamiento y a la ejecución de actividades del cuidado en el hospital de la red pública de la ayuda y de la educación de Goiânia - Goiás. Habían participado como sujeto, 17 gerentes de oficio de enfermería de las unidades de los ambulatorios e internación. Los datos habían sido recogidos por medio de entrevistas de la mitad-estructurado y analizados como qué Bardin recomendó (1979). Los resultados habían demostrado que los gerentes elaboran el planeamiento mejor  que le ejecutan y que existen los factores que intervienen con el planeamiento y la ejecución de las actividades. Fue concluido que los gerentes adoptan el planeamiento participativo, indicando el cambio del paradigma en la administración. Entre los facilitadores de los factores, están la adopción del trabajo en equipo, la proximidad entre la gerencia y los servidores, incentivo a la creatividad e interés en la ejecución de las acciones previstas. Los dificultadores de los factores incluyen la escasez de recursos humanos, material y financiero; los factores se relacionaron con los componentes del equipo, por ejemplo: motivación, carencia del tiempo, ausencia del entrenamiento, dificultades en el manejo; escasez de la ayuda de la institución y de otros servicios del hospital; estructura física inadecuada; e los imprevistos de el diario. El origen de estos factores fue atribuido a la propia gente, al factor del hospital pertenecer a la red pública, a la institución y al sistema usado para la gerencia de los servicios de ayuda.

Palabras clave: Administración en el oficio de enfermera; Planeamiento; Ejecución de actividades.

 

 

Resumo recebido em 12.12.07.

Aprovado para publicação em 31.12.08.

 

 

1 Dissertação de Mestrado apresentada ao Programa de Pós-Graduação da Faculdade de Enfermagem da Universidade Federal de Goiás para obtenção do título de Mestre em Enfermagem. Defesa em 02 de fevereiro de 2008, sob a orientação da Profª Drª Maria Alves Barbosa.

 
Licença Creative Commons A Revista Eletrônica de Enfermagem está licenciada sob uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.
Faculdade de Enfermagem / Universidade Federal de Goiás - Rua 227, Qd. 68, Setor Leste Universitário - Goiânia, GO, Brasil.
CEP: 74605-080 - Telefone: +55 62 3209-6280 Ramal 218 - E-mail: revfen@gmail.com.